Avaliação teórico-experimental da deformação por fluência de concretos auto-adensáveis

A. L. N. Ferraz, M. P. Barbosa, F. M. Salles, N. O. Pinto Jr.

Abstract


RESUMO

O comportamento de concretos auto-adensáveis de classes de resistências diferentes – 35 e 55 MPa – são avaliados em relação à deformação sob carregamento lento, fluência básica, nas idades de 7, 14, 28 e 56 dias, e em relação as deformações devidas a retração por secagem. Ensaios de resistência à compressão, resistência à tração, e módulo de elasticidade foram executados para a caracterização mecânica complementar dos compósitos. Os ensaios de retração se mostraram adequados, apresentando curvas semelhantes com valores de deformação ligeiramente inferiores para os traços com água/cimento igual a 0,45 (concreto “B”). As deformações sob carga (fluência) foram maiores nos concretos com maior relação água/cimento, e menor módulo de elasticidade (concreto “A”). Os corpos-de-prova de idades mais avançadas apresentaram valores menores de fluência. As curvas de fluência apresentaram melhor estabilização nos corpos-de-prova de 28 e 56 dias. Os valores dos coeficientes calculados pela NBR 6118 (ABNT, 2003) apresentaram boa correlação com os coeficientes calculados experimentalmente. 


Keywords


fluência; retração; deformações em concretos; concreto auto-adensável

Full Text:

PDF (Español)

References


Almeida L. C. (2006), Emprego de Técnicas de Análise Inversa para Identificação de Parâmetros a partir de Dados de Monitoração em Elementos Estruturais, Tese de Doutorado, Universidade Estadual Paulista-Unicamp, 191p. Cam

American Concrete Institute (2005), Building Code Requirements for Structural Concrete & Commentary. ACI 318-05. Can be ordered at: http://www.aci-int.org/PUBS/newpubs/318-05.htm

American Society for Testing and Materials (1992), Specification for Chemical Admixtures for Use in Producing Flowing Concrete, ASTM C 1017. In: Annual Book of ASTM Standards. Philadelphia.

American Society for Testing and Materials (1992), Standard Specification for Chemical Admixtures for Concrete, ASTM C 494 / C494M. In: Annual Book of ASTM Standards. Philadelphia

American Society for Testing and Materials (2007), International made three technical changes to ASTM C 150 - Specification for Portland Cement.

Associação Brasileira de Normas Técnicas (1983), Concreto endurecido – determinação da fluência, NBR 8224 /83. Rio de Janeiro, 1983.

Associação Brasileira de Normas Técnicas (2003), Projeto de estruturas de concreto – Procedimento, NBR 6118/2003. Rio de Janeiro, 2003.

Comite Euro-International du Beton (1990), CEB-FIP Model code 1990. Lausanne, 1991. (Bulletin d´Information, 203).

Kalintzis C. A. A. (2000), Estudo da Fluência do concreto de elevado desempenho, Dissertação de mestrado Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, 123 pp.

Melo K.A. (2005), Contribuição à dosagem de concreto auto-adensável com adição de filer calcário, 180p, Dissertação de mestrado, UFSC, Florianópolis, SC.

Mercosul NM 131:97 (1998), Concreto endurecido – Determinação da retração hidráulica ou higrométrica do concreto, Comité Mercosul de Normalización. 1998.

Neville A. M. (1997), Propriedades do Concreto, Editora Pini, São Paulo, 828 pagina, 2º edição.

Okamura H. (1997), Self-compacting high performance concrete, Concrete International. pp. 50-54. v. 19. No. 7.

Persson B. (2005), Self Consolidating Concrete, High Performance and Normal Concrete affected by creep at different age, curing, loading level, strength and water-cement ratio with some interrelated properties, In: IV International ACI/CANMET Conference on Quality of Concrete Structures and Recent Advances in Concrete Material, Olinda. Anais: CD-ROOM.

Seng V., Shima H. (2005), Creep and Shrinkage of self-compacting concrete with different limestone powder contents, SCC-2005, Oct.30-Nov.2, Chicago-USA, 2005.

Silva E.F. (2007), Variações dimensionais em concretos de alto desempenho contendo aditivo redutor de retração, Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio de Janeiro, COPPE/UFRJ. 332p. Rio de Janeiro, 2007.

Su N. et al. (2001), A Simple Mix Design Method for Self-Compacting Concrete. Cement and Concrete Research No. 31, pp.1799-1807.




DOI: http://dx.doi.org/10.21041/ra.v1i3.19

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


 

Reservation of rights for exclusive use No.04-2013-011717330300-203  e-ISSN: 2007-6835. Revista ALCONPAT, Copyright © 2011 - 2017